Como lidar com a depressão

A partir deste blog de saúde foram escritos em ocasiões anteriores sobre a depressão. Agora queremos dar uma volta de porca para entender um pouco melhor esta doença que afeta o estado de ânimo e que não obedece, em geral, a uma única causa. Com isso, nos perguntamos como tratar a depressão?

Em primeiro lugar há que deixar bem claro que, se você sofre de depressão existem tratamentos para combatê-la. Há muitos sintomas característicos da depressão (falta de vontade para fazer coisas, tristeza, apatia, pessimismo, ansiedade, falta de motivação, cansaço, etc), mas há que saber que por muito afundado que se esteja se pode sair.
O principal é mudar o chip e pensar positivo. Para isso, há que começar a fomentar uma qualidade de vida óptima, fazendo coisas que o paciente tenha, de que você gosta, para tratar de encontrar-se à vontade consigo mesmo. Pode-se dizer que a chave está justamente nessa mudança de rotinas que nublan ao paciente por outras em que se encontra o bem.
Para isso, há que descansar e enfrentar o dia com mais energia. Há que ter motivações e ocupar a mente com atividades prazerosas. Também há que manter a linha, nada de comer nem pouco nem atiborrarse a comer, já que os extremos não são nada recomendáveis. Além disso, manter uma atividade sexual plena é outro fator que pode ajudar o paciente a reconstruir uma qualidade de vida óptima, já que não há nada melhor do que o orgasmo para lutar contra a depressão.

Paralelamente, para tratar a depressão existem antidepressivos. São medicamentos cuja eficácia anti-depressiva está mais do que comprovada, e não há que ter medo em tomá-los. Pense que quando você está com dor de cabeça você toma um analgésico. Pois isso é o mesmo: para tratar a depressão há que tomar antidepressivos. Da mesma forma, os tratamentos de psicoterapia também são eficazes, já seja por si só ou em combinação com os medicamentos. Em qualquer caso, é o médico que deve avaliar o grau de depressão e que sabe que tipo de medicação deve ser tomada em cada caso.