O que é difteria

A partir deste blog de saúde, continuamos a analisar os principais elementos que afetam o seu estado de saúde. Deste modo, nesta ocasião, nós nos concentramos em uma doença infecciosa que já se combate com vacinas para tratar de eliminar as bactérias que afetam o nosso organismo.
Por isso nos perguntamos: o que é difteria?

Poderíamos dizer que a difteria é uma infecção aguda contagiosa. Além disso, para aqueles que desejam ter mais detalhes técnicos sobre esta infecção, podemos dizer que a difteria é causada por corynebacterium toxina, um germe que se encarrega de atacar o sistema respiratório, deixando-o “tremendo”. À margem de atacar o sistema respiratório, também pode afetar qualquer mucosa ou lesão cutânea.
Quanto aos sintomas mais característicos da difteria, podemos nos encontrar com a inflamação na garganta, como o aspecto mais visível. Além disso, a febre e o mal estar geral, são dois elementos que também ocorrem quando a difteria ataca o organismo.

Quando ocorre a difteria, forma-se uma membrana acinzentada nas amígdalas e a faringe, a qual pode causar um certo grau de rouquidão, bem como dificuldades para engolir e respirar.
Estes são os sintomas mais gerais desta doença infecciosa, mas também podem ocorrer uma série de complicações, que passam por a miocardite (inflamação do tecido muscular do coração, que produz arritmias, hipotensão, congestão hepática ou vómitos). Outra complicação grave da difteria poderia ser a neurite tóxica.
Agora, em termos gerais, para combater a difteria é essencial o repouso absoluto (na cama) durante cerca de três semanas. Também não deve forçar a garganta e tem que seguir uma dieta líquida ou branda e fazer gargarejo.

Na realidade, trata-se de uma infecção pouco comum, apesar de que é problemática, já que, como vimos no início, as vacinas contra a difteria estão implantadas.