Revisão e graduação de vista

Para manter um nível adequado de vista, é necessário recorrer a revisão periodicamente, com o fim de detectar possíveis problemas que possam surgir. Assim, muitas vezes a revisão e graduação de vista andam de mãos dadas, e existem muitos centros e lugares em que você pode fazer a revisão, de forma gratuita.

Há certas etapas em que rever a vista se caracteriza como algo necessário. Assim, até os cinco anos é fundamental rever a vista anualmente, uma vez que o desenvolvimento da criança e o da vista são parelhos, e esta última não para de gerar mudanças ao longo de toda a vida, por isso é necessário estar atento a ela. Em geral, a primeira consulta pode ser feita quando o pequeno tem quatro anos, a menos que seja percebido algum problema na vista anteriormente.
Um exame importante da vista também tem que levá-lo para fora quando a criança tiver 5 ou 6 anos, cuja idade se pode avaliar a acuidade visual. Desde então, e até os 40 anos, há que se fazer resenhas de vista periodicamente, especialmente se você trabalha muito a vista (estudando, por exemplo), já que implica um esforço muito intenso. A partir dos 40 anos, as visitas ao oftalmologista devem voltar a ser anuais, já que há mais possibilidades de que as patologias aumentem. Se usar óculos, é também necessário fazer a formatura de vista, uma vez que isso vai mudar ao longo da vida, embora, entre os 25 e 40 anos, costuma permanecer, como normal geral, estável. É a partir dos 40, quando surgem problemas como a vista cansada ou presbiopia.
Também há que se lembrar que os defeitos mais significativos da formatura são a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo. Podes ver mais informações aqui: o Que fazer se eu tenho a visão turva?

Com tudo isso, há que deixar claro que o exame de vista é fundamental para cuidar dela.