Vírus H1N1

A primeira pandemia mundial do século XXI, o Vírus H1N1, continua sendo notícia em todo o mundo. Nesta ocasião, foi tomado estado público a existência de três pacientes em que o vírus causador da doença, sofreu um novo tipo de mutação. O fato foi confirmado no território da Noruega pelas autoridades sanitárias locais.

Nas últimas horas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou as versões que vinham dirigindo sobre a existência de casos de Gripe A em que foi detectada uma mutação do vírus H1N1.
O Instituto Norueguês de Saúde Pública foi o encarregado de informar sobre esta mutação do vírus H1N1, publicou o organismo sanitário internacional através de seu site oficial, e acrescentou que isso foi detectado em três pessoas, duas das quais morreram, foram os primeiros casos fatais relatadas em território norueguês, e o terceiro paciente é grave.
Após a realização de inúmeros testes e verificar que não existem novos casos com as mesmas características, chegou-se à conclusão que este vírus mutante não tem se expandido no território da Noruega, informou o site da OMS.
É importante acrescentar que a mutação do vírus causador da Gripe Aya foi detectado em outros países, como Brasil, China, Estados Unidos, Japão, México e Ucrânia.
Segundo as últimas estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS), que tenham sido postadas com data de 20 de novembro de 2009, a Gripe A H1N1ha afetado cerca de 526.060 pessoas. Até o momento, as mortes por esta doença ascendem a cerca de 6.770, informou o site do órgão sanitário internacional.
Se você se interessa pelo assunto, este blog da saúde convida-o a ler mais notícias sobre a Gripe A H1N1ingresando do nº especial sobre a doença.

Imagem sujeita a licença CC